Saudade

Clarice Lispector um dia disse que “Sentir saudades, é sinal de que se está vivo e a vida, mesmo com tantas saudades, depois dos amigos, é o bem maior que possuímos.”
E porque não falar sobre saudades? Todos os diversos tipos e formas que esse sentimento tão presente em nossas vidas se manifesta.

Minhas saudades hoje são dos nossos encontros, do Conversas de Lavar a Alma, das pessoas.
Porque lá além do desabafo, tinha olho no olho, tinha abraço, tinha encontros e reencontros, tinha identificação, tinha sensação de acolhimento, pertencimento.
E a certeza de que não estamos sozinhas!
Essa frase ecoa constantemente em minha cabeça enquanto eu me lembro da história de todas as mulheres que lá estiveram. Eu me vejo nos olhos de quem chegou a pouco, e ainda se sente perdida, esse caminho é conhecido. Eu me reconheço em quem está aqui há algum tempo e ainda não encontrou sua turma. Eu me identifico com quem já está aqui há bastante tempo pra achar que consegue tudo sozinha.
Mas a Saudade quando bate, machuca, e se não tivermos alguém pra nos apoiar...
Gratidão a todas que dividiram um pouco de si no Conversas de Lavar a Alma. Se a vida, depois dos amigos, é o bem maior que possuímos, que alegria ter mais essa experiência na minha, nas nossas vidas.
Que venham as próximas Conversas de Lavar a Alma.